sábado, agosto 22, 2009

Nú.




(...) Trazer a dança das estrelas para o chão de caos & ordem & caos & ordem. Compreender a vida com todas as pedras no caminho. Percorrer as veredas de coração verde. Adentrar com a alma à infinita Biblioteca. Sair da Caverna, atravessar a rua de brilhantes e encontrar aberta - sempre aberta - a porta da Tabacaria. Comer chocolates com a verdade do mundo. Buscar a eternidade do fim da história no início do Sol. Subir aos céus e curvar-me ao deus que, em mim, construiu a sua Pasárgada. Amém.

[Continua]


Radiohead; Nude

Um comentário:

Lidia M. disse...

Ai, se eu pudesse comer chocolates com a mesma verdade com que tu comes, menina!